ARTE COLETIVA PODE SER UMA EXPERIÊNCIA IMPERDÍVEL

| Por: Raquel Crusoé Loures de Macedo Meira

 Enquanto Coordenadora de Cultura da UNIMONTES, realizamos muitos e muitos eventos como também vivenciamos situações inesquecíveis.

Em um dos Salões Culturais, fiz uma proposta aos alunos da graduação do então Curso de Artes Plásticas, hoje, curso de Artes Visuais: em uma noite, durante duas horas, em um palco com as luzes da ribalta da praça de eventos da universidade, diante de um público de acadêmicos, professores,funcionários, visitantes e convidados especiais, fazer o projeto e executar um painel.

 Eles aceitaram o desafio, sabendo que a dificuldade não seria na realidade a execução do trabalho. Se tivéssemos chamado apenas um artista, não seria um desafio. O embaraço em si, seria a conciliação de idéias: conteúdo, formas, cores, temperamentos, tendências e história de cada um.

Enfim chegou o grande dia. Todo o cenário montado: tintas, pincéis e painel único sob o olhar atento de uma platéia significativa. As composições de Mozart ecoavam pela praça, buscando transportar toda a genialidade e criatividade do compositor para aquelas mentes acadêmicas ansiosas e férteis, em personalidades caracteristicamente fortes e independentes.

 Inicialmente uma explosão de idéias. Muitas cabeças pensantes. E o tempo passava…

Em um dado momento, como em um passe de mágica, veio o consenso e, como um vendaval, todos puderam assistir uma eclosão de idéias e logo após a polêmica natural gerada por estas mentes de artistas, a unificação, a evidência da razão sobre a emoção. A partir de então, em pouco tempo, estava pronto o painel para o “ happy end” da noite.

 A relevância deste evento que propôs a unificação entre a razão e emoção, talvez não tenha sido a própria obra de arte, mas sim, a oportunidade de unificar mentes com histórias e temperamentos diferentes e fazer vencer o respeito, a compreensão e solidariedade nestas mentes brilhantes e fantásticamente criativas.

Anúncios

Sobre raquelcrusoe

Natural de Montes Claros-Minas Gerais - Brasil - Mestre em Ciências da Educação em Música (Havana - Cuba)- Pós-Graduação em Educação Artística (São Paulo) - Licenciatura em Artes - Bacharelado em Música – Piano( Rio de Janeiro)- Vice Diretora e Coordenadora Cultural do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez - Diretora do Projeto Acêrvo Cultural de Montes Claros - Professora de Piano,Regência, Percepção Musical,História da Música e Folclore do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez - Professora Titular da UNIMONTES - Fundadora do Curso de Educação Artística/FUNM - Vice – Diretora do Curso de Educação Artística/FUNM - Diretora em Exercício da Faculdade de Educação Artística/FUNM - Membro do Conselho Diretor da FUNM - Fundadora e Primeira Coordenadora de Cultura da UNIMONTES - Coordenadora de Cursos de Pós – Graduação em Arte – Educação/UNIMONTES - Diretora do Projeto MUSICAMPUS - UNIMONTES - Membro do Conselho Universitário da UNIMONTES – CONSU - Chefe do Departamento de Artes - UNIMONTES
Esse post foi publicado em Artigos/Textos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s